PET CT DOTA 68Ga


Equipamento PET-CT

Os tumores neuroendócrinos são um grupo heterogêneo de neoplasias com origem em células endócrinas de diversos órgãos e tecidos como, medular da adrenal, hipófise, paratireoide, tireoide, pâncreas ou do trato respiratório ou gastrointestinal.

Existem várias formas de classificação desses tumores, leva em consideração a contagem mitótica e a expressão do Ki67 e divide os tumores em G1, G2 e G3. Os tumores G1 são os mais diferenciados e apresentam maior expressão dos receptores de somatostatina, enquanto os tumores G3, chamados de carcinomas neuroendócrinos, são menos diferenciados, apresentam pouca ou nenhuma expressão de receptores e tendem a apresentar alto metabolismo glicolítico, podendo ser mais bem caracterizado nas imagens com PET/CT com FDG18F.

Este exame proporciona menor dose de radiação ,associando ao estudo funcional uma melhor resolução espacial e anatômica, além de apresentar uma capacidade superior de detectar lesões, sobretudo as diminutas, devido à maior afinidade do dotatate com o receptor de somatostatina, em relação ao octreotídeo. Tais aspectos adicionam informações diagnósticas ao método e fazem dele o teste de escolha para a identificação do tumor primário, assim como para o estadiamento e a pesquisa de metástases. Este exame tem grande utilidade na avaliação da resposta ao tratamento.

PREPARO

É necessário Jejum de 4 horas. (Durante o exame poderá ser utilizado a injeção de contraste). Tomar de 4 a 5 copos de água.

IMPORTANTE

Trazer exames anteriores: Ressonância Magnética, Anátomo Patológico, Cintilografia com Análogo da Somatostatina (Octreoscan).

O paciente deverá passar por jejum absoluto

  • Evitar esforço físico (caminhada, musculação, ginástica etc.) no dia anterior ao exame.
  • Na noite anterior ao exame alimentação pobre em carboidratos. Evitar massas (pizza, lasanha), pães, doces e refrigerantes. Dar preferência para ao uso de proteínas (carne, frango ou peixe), fibras (verduras e legumes), ovos, adoçantes, pão e bolachas integrais.
  • Jejum de 4-6 horas no dia do exame. Se o exame for à tarde, alimentação pela manhã pobre em carboidratos (item 2).
  • Hidratação, tomar bastante água no dia do exame (6 a 8 copos de água) e na noite anterior, podendo ir ao banheiro normalmente.
  • Pode tomar medicações de rotina com água.
  • O tempo total de permanência na clínica é de aproximadamente 4 horas, por isso reserve todo o período para o exame.
  • Trazer solicitação médica e exames anteriores relacionados ao motivo do exame.
  • O prazo máximo para o cancelamento do exame sem perda do valor pago antecipadamente pela dose de FDG é de 48 horas, antes da hora marcada.

O radiofármaco utilizado no exame (PSMA) não causa nenhum tipo de reação alérgica ou efeito colateral. O paciente fica cerca de 2 horas na clínica, permanecendo no aparelho do PET-CT de 15 a 20 minutos.

Atrasos poderão, eventualmente, ocorrer e a remarcação do exame poderá ser necessária em caso de falha no transporte ou produção do FDG.

# #