CETAC

Densitometria Óssea

Os avanços no tratamento do osteoporose, após o advento da densitometria óssea

A osteoporose é uma doença crônica relacionada à perda progressiva da massa óssea, geralmente assintomática, que pode estar associada a várias outras entidades clínicas. Era um distúrbio ósseo de difícil diagnóstico e manuseio clínico até a chegada dos aparelhos de densitometria óssea, denominados DENSITÔMETROS.

Com o advento e uso populacional deste método de diagnóstico, a partir de 1980, o conhecimento e tratamento da osteoporose evoluiu bastante, trazendo conforto para milhões de pacientes em todo o mundo.

Os Densitômetros do CETAC são os mais avançados, do tipo DXA. São aparelhos que utilizam uma fonte de raios X com dois níveis diferentes de energia (70 e 140 keV). São, portanto, aparelhos de dupla emissão que permitem estudar a massa óssea de qualquer lugar do corpo humano.

Para este tipo de exame não existe contraindicações.

A presença de hastes metálicas, osteoartrose acentuada, calcificações da aorta, contrastes de exames radiológicos e escoliose importante podem dificultar a interpretação correta da massa óssea.

O Cetac conta com dois aparelhos de Densitometria Óssea: 
02 GE Lunar Prodigy

Densitometria Óssea
Exames

Sobre o Exame

Para esse tipo de exame não necessita de preparo prévio.

Pedido médico e/ou guia liberada, quando for convênio.

Documentos (RG ou CNH, CPF e Cartão do Convênio, quando necessário).

Exames anteriores da região examinada para efeito comparativo.

As contraindicações serão informadas no momento do agendamento.

Os laudos de Densitometria Óssea são emitidos por médicos radiologistas altamente especializadas nestas áreas.

O resultado será fornecido o mais rapidamente possível, para que o paciente possa encaminhá-lo ao seu médico e estará estar disponível tanto no Portal de Resultados do CETAC ou impresso.

Resultados Online

Convênios

WhatsApp