PET-CT com PSMA


Equipamento PET-CT

O PET-CT é uma revolucionária técnica de diagnóstico por imagem que além de mostrar imagens da anatomia do corpo humano, avalia alterações metabólicas do organismo.

Como estas alterações ocorrem antes das alterações anatômicas, o PET-CT pode ser a chave para o diagnóstico precoce do câncer e de doenças neurológicas. O PET-CT é considerado um dos exames mais modernos da Medicina, porém, o CETAC inova ainda mais ao começar a trabalhar o PET-CT junto a um dos mais eficazes radiofármacos do mercado, o PSMA (Prostatic Specific Membrane Antigen).

O grupo CETAC já está realizando esse tipo de exame através de parceria firmada com o Grupo ITG da Alemanha e o Grupo RPH de Porto Alegre. Foi uma das primeiras clínicas do Brasil e a primeira do Sul a realizar esse tipo de exame, trazendo grandes benefícios para esse grupo de pacientes.

ONCOLOGIA com o PSMA

O câncer de próstata em fase inicial geralmente não causa sintomas. Em fase avançada, pode causar sintomas como redução do fluxo urinário, impotência, necessidade frequente de urinar durante a noite, snague no líquido semnial e ardor durante a micção. Se a doença se disseminou, o homem pode apresentar sintomas dolorosos resultantes de metástase localizadas nos ossos.

A avaliação do câncer de próstata se faz através do toque retal, exames de sangue (PSA), biópsia, ultrassonografia, ressonância magnética e, mais recentemente, através do PET-CT com o radiofármaco PSMA (Prostatic Specific Membrane Antigen). Esse exame é, portanto, indicado quando os outros métodos de diagnóstico não encontram um provável tumor e suas consequências. Serve também para acompanhamento do tratamento do tumor, para ver se a lesão está progredindo ou diminuindo em função do tratamento.

VERDADES SOBRE O PET-CT

  • PET poupa tempo e vidas;
  • PET é seguro, eficaz e não invasivo;
  • PET mostra todos os órgãos e sistemas num único exame, indicando se o câncer está ou não disseminado;
  • PET mostra progressão da doença e avalia a resposta ao tratamento;
  • A combinação PET-CT em um único aparelho oferece imagens anatômicas associadas a informações metabólicas;
  • PET pode eliminar a necessidade de outros exames e procedimentos cirúrgicos diagnósticos;
  • PET reduz significativamente custos e desconforto ao paciente.

O paciente deverá passar por jejum absoluto

  • Evitar esforço físico (caminhada, musculação, ginástica etc.) no dia anterior ao exame.
  • Na noite anterior ao exame alimentação pobre em carboidratos. Evitar massas (pizza, lasanha), pães, doces e refrigerantes. Dar preferência para ao uso de proteínas (carne, frango ou peixe), fibras (verduras e legumes), ovos, adoçantes, pão e bolachas integrais.
  • Jejum de 4-6 horas no dia do exame. Se o exame for à tarde, alimentação pela manhã pobre em carboidratos (item 2).
  • Hidratação, tomar bastante água no dia do exame (6 a 8 copos de água) e na noite anterior, podendo ir ao banheiro normalmente.
  • Pode tomar medicações de rotina com água.
  • O tempo total de permanência na clínica é de aproximadamente 4 horas, por isso reserve todo o período para o exame.
  • Trazer solicitação médica e exames anteriores relacionados ao motivo do exame.
  • O prazo máximo para o cancelamento do exame sem perda do valor pago antecipadamente pela dose de FDG é de 48 horas, antes da hora marcada.

O radiofármaco utilizado no exame (PSMA) não causa nenhum tipo de reação alérgica ou efeito colateral. O paciente fica cerca de 2 horas na clínica, permanecendo no aparelho do PET-CT de 15 a 20 minutos.

Atrasos poderão, eventualmente, ocorrer e a remarcação do exame poderá ser necessária em caso de falha no transporte ou produção do FDG.

# #